Pular para o conteúdo

3 passos para stalkear seu artista favoritos e entender suas referências

outubro 5, 2018
82f81f42fc7489e0c2dede441f17ce0c

Imagem: Moonrise Kingdom / Wes Anderson

 

Quando comecei a desenhar, ficava muito frustrada por não conseguir criar uma ilustração que tivesse a mesma qualidade dos meus ídolos. Me sentia mal também por não ter um desenho com minha identidade. Me sentia muito amadora e isso me desanimava.

Até que um dia tive uma grande ideia: e se eu encontrasse os desenhos antigos de quem eu admiro, eles seriam tão bons quanto são hoje? Eu conseguiria ver a evolução do trabalho deles – e assim, ficar mais tranquila? E se eu ainda pudesse entender quais eram as suas referências, quais artistas os inspiravam?

A resposta para essas perguntas eram meio óbvias: meus ídolos também começaram como amadores. Eles também são gente como a gente. Fazer essa busca me ajudou muito a entender que o sucesso levava tempo e que eu deveria treinar até encontrar a minha voz no desenho.

Sempre que vejo alguém se comparando com seu ídolo, acabo contando essa história. Por isso, hoje, vou dividir com vocês meus métodos FBI de stalkeamento.

  1. Instagram: Normalmente, a primeira coisa que faço é entrar no instagram dx artistx. Dou um scroll na sua timeline e vou até as postagens mais antigas, assim consigo ver a evolução do seu trabalho. Fora isso, vejo em “seguindo” os artistas que elx acompanha, para entender as suas inspirações. É assim que acabo conhecendo um monte de novos ilustradores.
  2. Pinterest: Para entender suas referências, sempre procuro o perfil do artista no Pinterest – a maioria tem. Além de você entender as referências que seu ídolo usa em seu trabalho, dá pra conhecer melhor sobre a sua vida pessoal. Muitos compartilham pastas de referência de decoração de casa, receitas de comida, estilo de roupa, lugares que gostaria de viajar etc. É bem interessante para entender seu estilo de vida.
  3. Youtube ou Vimeo: E, por fim, para descobrir a personalidade e ideias do artista, o procuro em sites de busca de vídeos. Esse último método serve pra quem é mais curioso, como eu, mesmo. Eu adoro saber o jeito que a pessoa fala, no que acredita e sua linha de raciocínio.

Esse simples exercício me fez conhecer melhor um monte de ilustrador e me sentir mais próxima deles, me dando ainda mais inspiração para meu dia-a-dia. Recomendo apenas que o stalk seja feito com parcimônia, sem invadir a intimidade do artista e sem importuná-lo. 

Teste você também e depois me conta o que você achou. ❤

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: