Pular para o conteúdo

O que você vai ser quando crescer?

maio 25, 2018
8357869_orig

Ilustração: Davide Bonazzi

Escolher uma carreira não é fácil, ainda mais quando você é praticamente uma criança. Ao entrar no colegial, com 16 ou 17 anos, já somos bombardeados pelos nossos pais e professores para definirmos qual carreira devemos seguir para o resto da nossa vida.
Como escolher uma profissão tão cedo quando você nem sabe quem você é?

Eu, por exemplo, escolhi fazer Publicidade e Propaganda porque gostava de desenhar e escrever. No terceiro ano da faculdade já tinha percebido que trabalhar nessa área não era a minha praia, mas me formei porque faltava apenas um ano para minha formação. Saí da faculdade para trabalhar com outras coisas e nunca mais voltei para uma agência.

Quantas vezes você não ouviu histórias de pessoas que fizeram uma escolha na faculdade e exerceram outra profissão mais tarde? Bem comum, né?

Há, também, pessoas que seguiram todos os passos para o sucesso, se dedicaram anos em um emprego e quando alcançaram a tal carreira bem sucedida se sentiram infelizes. Outro caso, são as pessoas bem sucedidas, filhos formados, casa própria e uma carreira bem consolidada, que não estavam infelizes com suas carreiras mas sentiam a necessidade de ter uma carreira bis onde o trabalho tivesse mais um significado pessoal, renda contínua e impacto social. Porém achavam que era tarde demais para começar uma nova carreira.

O que há de comum entre esses eventos? Nessas três histórias, existem três crenças distorcidas que deveriam ser desmistificadas. A primeira sobre o diploma determinar sua carreira para o resto da vida é preciso ter consciência de que, hoje, grande parte dos formados não atuam na sua área de trabalho. A segunda sobre alcançar o sucesso e se sentir infeliz é preciso lembrar que para encontrar satisfação no trabalho é necessário projetar uma vida que funcione pra você. Para o terceiro caso, nunca é tarde demais para encontrar uma nova carreira. É possível se reinventar sempre.

Em todos estes casos é preciso entender que mudanças são comuns, tanto no âmbito pessoal quanto profissional. A cada ano passamos por novas experiências, formulamos novas opiniões e nos conhecemos melhor. Vivemos muitas vidas durante uma vida só. Por que, então, com o seu trabalho deveria ser diferente? Com essa consciência, fica mais fácil encontrar um emprego que te traga mais satisfação pessoal.

Se você quer rearranjar sua carreira, mas não sabe por onde e nem com o que você gostaria de trabalhar, aqui vão alguns exercícios para te ajudar nessa jornada:

  • Durante três semanas, mantenha um diário em que você anote suas atividades do dia (não necessariamente só relacionados ao trabalho.)
  • Em cada atividade, dê uma nota de um a cinco para os aspectos de energia e visão de vida (condições de qualidade de vida você quer ter) e de trabalho (quais as condições de trabalho você quer ter). Dê match entre elas e entenda que estilo de vida estas duas visões se encaixam.
  • Através desse diagnóstico, você terá em mãos que tipo de vida quer levar e quais atividades tem mais a ver com você. Assim, será possível esboçar alguns tipos de profissões possíveis e que se encaixam nesses tópicos.
  • Antes de investir em uma nova carreira, faça uma busca de campo e teste: entreviste profissionais da área, escolha as que você mais se identifica e faça um estágio, curso, trabalho voluntário ou acompanhe um dia trabalho de algum profissional da área para que você possa vivenciar a profissão no dia-dia.
  • Se achar que encontrou o trabalho que buscava, se jogue!

Tenha consciência de que esse rearranjo tem que ser feito com frequência. Como disse, estamos em constante transformação e, inevitavelmente, nossas carreiras também. Por isso, não se sinta um estranho com essa inquietação. Lembre-se: a vida é um ciclo, não uma linha reta.

Texto baseado no livro O design da sua vida – Como Criar uma Vida Boa e Feliz, Bill Burnet e Dave Evans. R$ 29,50 (Editora Rocco)

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: