Pular para o conteúdo

Como conciliar trabalho pra ganhar dinheiros e trabalho que a gente gosta de fazer (ou como ter uma vida dupla não é tão ruim assim)

janeiro 15, 2018

 

 

Faz cerca de um ano e meio que comecei a escrever aqui nesse site para falar sobre coisas que li e experienciei no mundo criativo – muito mais como ilustradora e designer que em outro setor desse mercado. De qualquer forma, eu tenho tido um bom feedback aqui: pessoas de várias áreas comentando, mandando mensagem com dúvidas e dando sugestões de pauta. Uma das sugestões de post foi da leitora Sofia de Carvalho que pediu para que eu falasse sobre conciliar trabalho para pagar as contas com o trabalho que a gente gosta de fazer.

Sobre o tema, o melhor é que os dois tipos de trabalhos fossem um só, mas sabemos que muitas vezes não vivemos no cenário ideal. Em um dos textos que postei aqui, o mantenha seu trabalho fixo, falei sobre a importância em ter um trampo fixo quando você não quer que seu hobby seja responsável pelos pagamentos dos seus boletos.

Apesar de já ter escrito sobre o tema, acho que nunca escrevi sobre como levei essa vida dupla no último ano – hoje estou 100% trabalhando com minha arte. Em meu último trabalho contratada, meu principal objetivo era juntar grana o suficiente para abrir o meu próprio ateliê. Mesmo sabendo que seria temporário, não quis abrir mão de fazer meu trabalho pessoal e continuar participando das feiras com minhas cerâmicas durante esse tempo. Para isso, não teve segredo, tive que deixar minha vida social de lado em algumas noites ou finais de semana.

Claro que não é preciso ser radical. Eu, na verdade, colocava algumas metas. Se tivesse alguma feira próxima a acontecer, eu ficava uns dois finais de semana focada na produção das minhas peças. Se tinha algum freela de ilustração, trabalhava depois do expediente por umas duas noites.

Para não enlouquecer ou me dar estafa mental também tive que dizer não para alguns trabalhos. Já que a ilustração não deveria me sustentar, era fácil negar os trabalhos que eu sabia que seriam roubadas pra mim.

Para treinar meu desenho, eu reservava um dia na semana pela manhã para ficar desenhando aleatoriamente. Resolvi arranjar um tempo para o trabalho que me fazia me sentir viva. Nem sempre era fácil e quase sempre eu estava cansada, mas o cansaço ia embora quando eu via o resultado final – me dava até mais energia para continuar no trabalho fixo.

Deixar de lado a desculpa de que eu não tinha tempo ou forças para fazer o que eu gostava foi o primeiro passo para eu conseguir conciliar os dois trampos. Também foi uma forma de não me sentir frustrada por abdicar do meu trabalho pessoal, mesmo que por um curto período.

Não vou dizer que foi sempre fácil – e nem que todas as vezes eu desenhava nos finais de semana ou de noite-, mas foi a melhor solução que encontrei para não parar de criar no meio da vida agitada.

E, você, já passou por essa situação? Tem outras dicas?

 

 

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. Lauren Maria permalink
    fevereiro 26, 2018 6:04 pm

    Adorei!!! eu acho que não existe mesmo um certo ou errado, ou tem que ser de um jeito ou de outro… o que tenho trabalho pra mim mesma é saber lidar melhor com o meu momento, o meu agora, e entender que essa realidade de agora não vai durar pra sempre, tem que saber lidar com a “parte boa” e a “parte ruim”eh eh eh. atualmente estou “travada” no sentido de vender o meu hobby, de tentar levar isso como um negócio então decidi que meus boletos serão pagos do meu salário, do meu trabalho clt e o meu tempo livre é pra criar, pra experimentar sem pressão pra agradar alguém ou vender. sei que isso pode ser um pouco de medo camuflado, mas tenho me sentido mais tranquila e os momentos criativos ficaram mais divertidos. ;)! acho muito massa o seu trabalho e o que vc compartilha aqui! bj.

    • Renata Miwa permalink*
      fevereiro 27, 2018 2:22 am

      ei, obrigada pela mensagem. E, sim, vc tem que saber os seus desejos pra poder escolher o seu caminho e não precisa seguir o caminho que todo mundo espera. Você tem que antes de tudo se auto conhecer, saber o que realmente te faz feliz e daí seguir o que quiser ❤

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: