Pular para o conteúdo

Porque toda escola deveria ser uma escola de arte

abril 21, 2017
e66b3d9a6caf69ffabd6bf41748bdfca

Ilustração: Michele Brummer Everett

Toda pessoa nasce artista.

A infância é a fase em que somos mais criativos em nossa vida mas algo acontece neste meio do caminho que faz com que tenhamos medo de criar e nossa criatividade diminui. E o motivo pelo qual isso acontece, pra mim, é uma instituição chamada escola.

Durante os estudos, aprendemos que errar não é permitido. Provas e testes só mostram os erros dos alunos. Nesses exames, as falhas se tornam mais importantes que os acertos. O professor nunca valoriza o que você acertou – ou como seu raciocínio foi interessante para chegar naquele resultado -, ele só aponta os erros.

O medo da humilhação do aluno perante aos colegas de classe, além da competição entre eles, faz com que a criatividade se interrompa. Nosso cérebro instintivamente tenta bloquear o jeito subjetivo de pensar e começa a trabalhar de forma racional.

Mais do que isso, matérias como exatas, línguas e humanas tem sempre mais destaque nos institutos de ensino que as de arte. Em um sistema educacional, ninguém vai te ensinar a pintar como te ensinam a entender fórmula de Baskara. Dificilmente, você tem aulas de dança, teatro e pintura no colégio. Se você não tem dinheiro para pagar uma escola particular, raramente você terá essas atividades extracurriculares na sua grade de ensino.

A forma de estudo implantada hoje vem desde a época da industrialização quando um diploma era realmente importante. Só que cada vez mais este documento não é mais tão essencial para uma contratação. Hoje, conta muito mais como você acha soluções para os problemas do que se você sabe o cateto da hipotenusa ou onde fica o Kilimanjaro.

Em um mundo onde tudo já foi explorado e que está em constante mudança, a economia criativa só cresce porque é preciso encontrar novas ideias e soluções. A escola, então, deveria nos ensinar a como pensar e não o que pensar. As pessoas devem aprender a pensar de forma independente e autossuficiente. No dia a dia, nunca há uma única resposta para a mesma pergunta. Pontos de vistas diferentes são inevitáveis.

Quando escrevo no título que toda escola deveria ser uma escola de arte, penso em como o ensino deveria ser pensado da mesma forma como pensamos em arte que é estar sempre quebrando regras, buscando novos caminhos, explorando novas técnicas e as misturando. Em qualquer escola de arte é ensinado o básico e depois o artista fica livre para criar e achar novas formas de expressão. Em um lugar em que tudo é possível, onde não tem cobranças entre o que é certo e o que é errado, os resultados serão muito mais interessantes. Além disso, interação de diferentes disciplinas resultam em ideias novas e originais.

Luto e sonho por um mundo onde teremos oportunidade e liberdade para pensar. Onde aprenderemos a como pensar e não o que pensar.

Texto baseado em Pense como um Artista, Will Gompertz. Editora Zahar. R$ 26,75  e na palestra do TED: Será que as escolas matam a criatividade? – Ken Robinson.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: