Pular para o conteúdo

8 dicas pra divulgar seu trabalho nas redes sociais

abril 5, 2017
e433e23a755e2cde8995c6e9fd715325

Lettering: Autor Desconhecido

1.Esteja presente: tenha contas nas principais redes sociais como instagram, facebook e pinterest. Hoje, esses são os principais canais para você compartilhar seu trabalho e inspirações. Tem melhor lugar do que as redes sociais para ver e ser visto?

2.Horário de postagem: Cada rede tem seu horário de maior audiência. O melhor horário para o instagram, por exemplo, é das 11h às 14h e das 18h às 22h. Crie a rotina de postar sempre nessas horas, dessa forma a sua postagem vai ter mais visualização e, consequentemente, mais relevância e curtidas.

3.Produza suas fotos: Fotos produzidas com uma boa luz e composição chamam muito mais atenção dos seguidores. Evite postar imagens com baixa qualidade ou com uma luz ruim. Produzir fotos demanda tempo mas elas ficam mais profissionais e mais confortáveis aos olhos de quem as vê. Um bom jeito para se inspirar a fazer essas fotos pesquisar referências no próprio instagram ou pinterest. Descubra quais imagens mais te agrada e tente entender o enquadramento, luz e composição. Ah, claro, não esqueça de usar filtros para deixar a imagem mais bonita. Eu uso a VSCOcam sempre. Recomendo.

4.Poste #wip (work in progress): As pessoas, em geral, gostam de saber como é o processo criativo dos artistas. Poste um vídeo de você fazendo sua ilustração digital no photoshop ou do seu sketchbook. E não esqueça do hasthag #wip 🙂

5.Responda sempre que puder: Os maiores apoiadores do seu trabalho são as pessoas que te acompanham pelas redes sociais, por isso as trate com carinho. Sempre que puder responda os comentários. O cenário ideal é que você os responda individualmente mas sei que nem sempre é possível, então faça o seu possível.

6.Saiba o conteúdo que você vai usar em cada rede: Pense no que escrever em cada canal. Por exemplo, se você quer que uma pessoa seja redirecionada para algum site por meio do seu post, a melhor rede social a ser usada é o facebook. Por lá, os links são mais fáceis de serem redirecionados para um browser do que no Instagram – que se o link não estiver na bio, você tem que copiar a url, abrir uma página e colar o endereço no browser. Nesse meio tempo, o leitor já ficou com preguiça e passou pra outra foto. Fazer o usuário ter que sair da rede em que está para entrar em outra é perda de tempo. Ele só fará isso se realmente estiver muito interessado no conteúdo.

7.Use hashtags: Muitas das pesquisas que as pessoas fazem pelas redes é por meio das hashtags, por isso é importante que você poste as tags mais importantes na imagem ou texto que você posta. Mas cuidado, não use muitas porque é sempre muito desagradável encontrar postagens em que tem mais palavras chaves que texto. Esse tipo de conteúdo passa a impressão que você está querendo novos seguidores ou curtidas independentemente da sua relevância. Ou seja, o seguidor que realmente acompanha seu trabalho tem o mesmo valor que aquele que curtiu apenas porque apareceu em uma busca aleatória. Estamos a procura de qualidade e não quantidade. Afinal, ninguém gosta de um SDV (sigo de volta), nem de caça likes.

8.Likes e seguidores não é igual a trampo: Nem sempre quem tem mais mais curtidas, tem mais trabalho. As redes servem mais pra você divulgar o seu trabalho, mostrar sua cara, fazer sua marca se consolidar. Para venda e dinheirinho no final do mês, continue a criar, fazer um trabalho com qualidade e participar de projetos massas. As redes são importantes, mas ele não deve ser o foco principal, caso contrário você pode se esquecer da qualidade do seu trabalho.

Anúncios
4 Comentários leave one →
  1. deniele permalink
    abril 11, 2017 2:51 pm

    Adoro suas dicas! E seu trabalho!

  2. abril 12, 2017 1:17 am

    Muito bom, Renata! Sou designer mas acho que muitos de nós de áreas criativas, boa parte das vezes temos medo de ser julgados e acabamos com projeto em gavetas que nunca chegam a ver a luz do dia. E, consequentemente, não conseguimos criar essa visão nas pessoas, que somos artistas, ilustradores, fotógrafos, ou aquilo que nos propomos a fazer.

    Sempre bom ter esses lembretes e reforços pois sempre dão aquela forcinha extra ao nos lembrar que não devemos ter medo de colocar a cara no mundo 🙂

    • Renata Miwa permalink*
      abril 12, 2017 2:35 pm

      Sim. Acho que o que mais bloqueia as pessoas de continuarem seus projetos criativos é o medo do julgamento, quando o motivo de criar é exatamente experimentar. Não existe certo, nem errado, bonito, nem feio. Não tenha medo e faça seus projetos. Se tiver medo, vá mesmo assim!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: