Pular para o conteúdo

Como saber a hora de dizer não para alguns trabalhos (ou como saber escolher os trabalhos que você quer fazer)

janeiro 16, 2017

9

É muito comum que no começo da carreira a gente pegue todos os trabalhos que apareçam pela frente – acho até necessário.

No começo, ninguém te conhece e é esse o momento em que você tem que se jogar para se inserir no mercado. É nessa fase que você faz trabalho de graça em troca de “divulgação”, aceita jobs com valores menores ou com deadlines impossíveis. Você trabalha assim por um bom tempo até que cria um nome. Só que, de repente, você não sabe a hora de parar.

Trabalhar por divulgação por muito tempo faz com que seu trabalho seja desvalorizado. As pessoas já pressupõem que você aceita fazer qualquer trampo pelo valor mínimo ou de graça. E mesmo pagando zero reais, exigem que você faça mil refações e entregue tudo na data estipulada por elas. É estressante e desmotivador, além de prejudicar o nosso mercado em que acham que o trabalho de ilustrador deve-se pagar pouco. Ter que aceitar trabalhos em troca de pouco dinheiro faz você aceitar tudo que te oferecem: projetos chatos ou ilustrações de algo que você não acredita.

O problema dessa grande bola de neve é que chega um momento em que você perde o tesão de ilustrar porque é chato, estressante e paga mal. É nesse momento que você tem que aprender a dizer não e se reposicionar no mercado.

Vão ter dias em que você terá que negar trampo e vai bater aquele friozinho na barriga de “será que eu nunca mais vou ter trabalho na vida? Será que estou perdendo uma oportunidade incrível?” Tenha calma. Com o tempo, as pessoas vão começar a entender que seu preço mudou e por que seu preço mudou, afinal sua técnica melhorou e você investiu tempo e dinheiro pra essa evolução.

Ilustrar não é fácil. Você precisa estudar, se dedicar, ler e ver muita coisa. Poucas pessoas conseguem perceber, então é o seu dever mostrar isso para as pessoas que te contratam. É claro que existem exceções, se você quiser fazer algum projeto em que pagam pouco (ou nada) mas a causa é importante e o resultado do projeto pode te trazer mais satisfação que o dinheiro pode pagar/comprar, acho válido. Nas outras situações, tenha maturidade suficiente para dizer não. Saiba quem você é e valorize seu trabalho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: